RSS

14 de dezembro de 2007

VIII


nunca quis ser freguês distinto
pedindo isso e aquilo
vinho tinto
vinho tinto
obrigado
hasta la vista

queria entrar
com os dois pés
no peito dos porteiros
dizendo pro espelho
- cala a boca
e pro relógio
abaixo os ponteiros

Paulo Leminski
9 Poemetos

Nenhum comentário: