RSS

13 de setembro de 2008





“Amor um mal, que mata e não se vê;
Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde,
Vem não sei como, e dói não sei porquê.”


Camões



* Imagem: luna_tica [flickr]

Nenhum comentário: