RSS

7 de setembro de 2008

Estatuto do Homem




Estatuto do Homem
(Ato Institucional Permanente)


Artigo I

Fica decretado que agora vale a verdade.
agora vale a vida,
e de mãos dadas,
marcharemos todos pela vida verdadeira.


Artigo II

Fica decretado que todos os dias da semana,
inclusive as terças-feiras mais cinzentas,
têm direito a converter-se em manhãs de domingo.


Artigo III

Fica decretado que, a partir deste instante,
haverá girassóis em todas as janelas,
que os girassóis terão direito
a abrir-se dentro da sombra;
e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro,
abertas para o verde onde cresce a esperança.


Artigo IV

Fica decretado que o homem
não precisará nunca mais
duvidar do homem.
Que o homem confiará no homem
como a palmeira confia no vento,
como o vento confia no ar,
como o ar confia no campo azul do céu.


Parágrafo único:

O homem, confiará no homem
como um menino confia em outro menino.


Artigo V

Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.


Artigo VI

Fica estabelecida, durante dez séculos,
a prática sonhada pelo profeta Isaías,
e o lobo e o cordeiro pastarão juntos
e a comida de ambos terá o mesmo gosto de aurora.


Artigo VII

Por decreto irrevogável fica estabelecido
o reinado permanente da justiça e da claridade,
e a alegria será uma bandeira generosa
para sempre desfraldada na alma do povo.


Artigo VIII

Fica decretado que a maior dor
sempre foi e será sempre
não poder dar-se amor a quem se ama
e saber que é a água
que dá à planta o milagre da flor.


Artigo IX

Fica permitido que o pão de cada dia
tenha no homem o sinal de seu suor.
Mas que sobretudo tenha
sempre o quente sabor da ternura.


Artigo X

Fica permitido a qualquer pessoa,
qualquer hora da vida,
o uso do traje branco.


Artigo XI

Fica decretado, por definição,
que o homem é um animal que ama
e que por isso é belo,
muito mais belo que a estrela da manhã.


Artigo XII

Decreta-se que nada será obrigado
nem proibido,
tudo será permitido,
inclusive brincar com os rinocerontes
e caminhar pelas tardes
com uma imensa begônia na lapela.


Parágrafo único:

Só uma coisa fica proibida:
amar sem amor.


Artigo XIII

Fica decretado que o dinheiro
não poderá nunca mais comprar
o sol das manhãs vindouras.
Expulso do grande baú do medo,
o dinheiro se transformará em uma espada fraternal
para defender o direito de cantar
e a festa do dia que chegou.


Artigo Final.

Fica proibido o uso da palavra liberdade,
a qual será suprimida dos dicionários
e do pântano enganoso das bocas.
A partir deste instante
a liberdade será algo vivo e transparente
como um fogo ou um rio,
e a sua morada será sempre
o coração do homem.



Thiago de Mello
Santiago do Chile, abril de 1964



* Imagem: Ellen Moreira [flickr]

O DICIONÁRIO DOS SONHOS



O DICIONÁRIO DOS SONHOS

Caros ouvintes amigos
queiram prestar-me atenção
que falando sobre sonhos
vou dar discriminação
porque quem sonha precisa
da sua decifração

Que seja moça ou rapaz
homem casado ou mulher
dormindo tem que sonhar
se por acaso souber
decifrar o dito sonho
sempre arranja o que quer

Se o rapaz ama uma moça
sonha com ela chorando
o amor é prolongado
termina sempre casando
sonhar abraçando ela
a outro ela está amando

Se uma moça sonhar
que está numa floresta
de baixo de um pé de árvore
beijando o rapaz na testa
é sinal que numa casa
seu amor é sem festa

E se o rapaz sonhar
com a moça na janela
não faça amizade firme
procure se afastar dela
porque depois de casados
vai se arrepender com ela

Ele sonhar vendo o céu
com forro bem azulado
é sua noiva que morre
antes dele ter casado
e se o forro for roxo
a esposa morre ao seu lado

Se uma moça sonhar
com um rapaz bem bonito
vai morrer no caritó*
mas sendo meio esquisito
é sinal de esposo bom
para isto está escrito

E quando o rapaz sonhar
com uma moça escrevendo
é casamento acabado
mas se ela estiver lendo
é sinal que tem alguém
por si chorando e roendo

Sonhar correndo a cavalo
é sinal de alegria
sonhar com um cavalo branco
os seus filhos não se cria
sonhar com ave de pena
é desgosto e agonia

Sonhar com muito dinheiro
é um sinal de pobreza
sonhar com uma igreja
casamento de nobreza
sonhar com outro é prisão
sonhar com santo é firmeza

Sonhar jogando é amor
com espelho é ingratidão
sonhar com fogo é desastre
com retrato é ambição
sonhar arrancando o dente
é morte e aflição

Rapaz sonhar que está preso
é sinal de viajar
a moça sonhar fugindo
é vontade de casar
sonhar farrando na festa
seu amor vai se acabar

Se uma moça sonhar
que está torrando café
seu noivo namora outra
e ela não sabe quem é
se sonhar lavando roupa
é amizade sem fé

Sonhar com uma rodagem**
o seu amor vai embora
e se o rapaz sonhar
andando de estrada a fora
é sinal que sua amante
com outro rapaz namora

Sonhar com uma luz acesa
nascerá nova amizade
sonhar com luz apagada
fingimento e crueldade
sonhar cantando canção
é amor e lealdade

Sonhar com um peru vivo
será breve seu noivado
a moça sonhar rezando
o noivo é descontrolado
sonhar recebendo carta
é ciumento e malvado

Sonhar abrindo uma mala
vai receber um presente
o rapaz sonhar trabalhando
se casa futuramente
sonhar lendo uma revista
é corte certamente

Sonhar com ama agulha é
vida longa e prazenteira
sonhar com um papagaio
sua esposa é arengueira***
e a moça sonhando casando
sua sogra é fuxiqueira

Sonhar com uma farmácia
casa com moça doente
com um vidro de perfume
é sebosa e indecente
sonhar com uma casa branca
boa esposa eternamente

E se o rapaz sonhar
que está lendo um jornal
é sinal que sua noiva
namora com seu rival
bota-lhe um chifre comprido
na noite de carnaval

A moça sonhar que vai
andando de estrada afora
é sinal que seu amante
a outra moça namora
e quem sonhar rindo muito
no outro dia é quem chora


* “ficar no caritó”, ficar pra titia, não casar
** estrada
*** que faz intrigas, mexericos


BORGES, J. Francisco. Dicionário dos sonhos e outras histórias de cordel. Porto Alegre: L&PM, 2003