RSS

26 de maio de 2013

EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA? - LUIS ANTÔNIO MARCUSHI






EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS
MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?

Luiz Antônio Marcuschi[1]

O problema
            Quase todos os manuais de ensino de Língua Portuguesa apresentam uma seção de exercícios chamada Compreensão, Interpretação, Entendimento de texto, ou algo semelhante. Essa parte da aula deveria exercitar a compreensão, aprofundar o entendimento e conduzir a uma reflexão crítica sobre o texto. A iniciativa é elogiável e extremamente necessária, pois a compreensão deve ser treinada, já que não é uma     habilidade inata, transmitida geneticamente pela espécie humana. Além disso, a compreensão de texto é um dos aspectos básicos no domínio do uso da língua.
            Neste ensaio, vamos analisar as atividades desenvolvidas nesse tipo de tarefa escolar e verificar se elas de fato são exercícios de compreensão. A conclusão será bastante melancólica ao descobrirmos que, em sua maioria, esses exercícios não passam de uma descomprometida atividade de copiação e, neste caso, se prestam, na melhor das hipóteses, como exercícios de caligrafia, mas não estimulam a reflexão crítica.


[1] * Este ensaio deve ser visto como uma tentativa de estimular o(a) professo(a) a ir além dos manuais que ele/ela recebe em sala de aula. Por isso, se atém ao estritamente essencial. Quanto à bibliografia, friso que ela não aparece no final e sim nestas notas de rodapé. Este procedimento pareceu-me mais útil. Portanto, as notas deveriam ser lidas para maior proveito.
** Professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).


Continue lendo clicando aqui.

Nenhum comentário: